Alvenaria estrutural e, convencional: diferenças

Na hora de transformar o sonho da casa própria em realidade, uma palavra vem à mente quando o assunto é construir: alvenaria. Mas, hoje, esse termo não significa apenas o modo de construção convencional. A alvenaria se diversificou para atender os desejos de cada família. Assim como os diferentes tipos de construção, cada família tem sua visão de casa própria ideal.

Seja estrutural ou convencional, há diversos tipos de alvenaria e cada uma se adequa mais a um tipo de proposta. Vamos conhecer seus principais usos?

Alvenaria estrutural: praticidade e economia sem perder a personalidade

Atualmente, ninguém mais tem tempo para ficar monitorando obras e acompanhando o trabalho do mestre de obras. Quem constrói quer praticidade, do canteiro de obras à casa construída. Para esse perfil de pessoa, a alvenaria estrutural é a escolha perfeita.

Este método de construção utiliza a própria estrutura dos blocos e sua disposição para viabilizar a sustentação do imóvel. O modelo é ideal para a construção de casas e edifícios de até dez andares, promovendo uma economia de até 30% em relação à construção convencional.

A economia também acontece em relação ao tempo da obra, uma vez que o encaixe e o ajuste dos blocos são bem mais simples. Na etapa final, o acabamento também é facilitado porque, como os blocos para este tipo de alvenaria são bastante lisos. O acabamento em gesso pode ser aplicado diretamente à parede, sem a necessidade de reboco, eliminando uma das etapas do acabamento.

Além disso, a alvenaria estrutural também reduz os resíduos das construções. Como não é recomendada a quebra dos blocos na obra, todo o canteiro fica mais limpo e organizado.

Um construtor consciente deve estar atento, pois a alvenaria estrutural demanda alguns cuidados. Por exemplo, por se tratar de método de construção modular, todas as estruturas, como portas, janelas e redes hidráulica e elétrica devem constar no projeto, uma vez que há blocos específicos, com espaço destinado a este tipo de instalação.

 

Liberdade total na alvenaria convencional

A alvenaria de vedação também chamada de alvenaria convencional é o método mais conhecido e utilizado no Brasil. Consiste na construção sustentada por vigas de concreto, comumente moldadas por placas de madeira. A partir dessa sustentação, são construídas as paredes, que têm apenas a função de vedar o ambiente, não agindo na sustentação estrutural do imóvel.

A principal vantagem da alvenaria convencional diante dos demais métodos é a liberdade de execução e alterações no projeto original. Desta forma, é possível criar um projeto com bastante liberdade e, posteriormente, realizar outras intervenções na organização espacial do imóvel.

Como o planejamento deste tipo de obra é mais simples, o posicionamento da rede elétrica e hidráulica é feito a partir da quebra dos blocos. O que gera bastante desperdício de blocos durante a execução da obra elevando seu custo.

Leia também: Tipos de fundações: escolha a ideal para a sua obra

Siga nas redes: Facebook e Instagram

 

Compartilhar

Leave a Reply

WhatsApp chat